Você está aqui

Van Emelen, Adrien Henri Vital (1868 - 1943)

Adrien van Emelen
Social Media: 

Adrien Henri Vital Van Emelen (Lovaina (Bélgica), 10 de outubro de 1868 — São Paulo, 27 de julho de 1943) é filho de Léon Van Emelen (Bekkevoort, 1829 - Lovaina, 1900).

Adrien, frequentou a mesma instituição onde seu pai estudou, a Escola de Belas Artes de sua cidade natal. Foi ainda discípulo do escultor e pintor belga Constantin Meunier(1831 - 1905), e, assim com o mestre, Van Emelen praticaria tanto a escultura quanto a pintura. Em 1892, foi recomendado por Meunier para estudar com seu colega Auguste Rodin (1840 - 1914) em Paris. No entanto, a efetiva presença de Van Emelen no ateliê do escultor francês ainda está por ser pesquisada. A sua carta de apresentação ao diretor do Museu Paulista, confirma que ele estudou escultura em Paris e foi um dos discípulos do Rodin.

Adrien Van Emelen participou na Bélgica em 1884, 1894 e 1897 nas competições preliminares do Prêmio de Roma para a escultura. Ali exibiu suas esculturas no “Salon triennal de Bruxelles” em 1893 e 1903 e na “Exposição Universal des Beaux-Arts” em Antuérpia no ano 1894. A partir de 1896, Adrien foi professor de desenho em diversos Athénée Royal, entre outros em Hasselt, Antuérpia e Mechelen.

Em geral, na Bélgica, ele criou figuras de terracota e bronze. A Galeria Engelen - Marx em Lovaina e a Galeria Filip Kesteloot ainda têm uma coleção de mineiros, vendedores e trabalhadores de campo que medem entre 35 e 50 cm. Parentes de Adrien na Bélgica possuem figuras religiosas.

A D H Van Emelen

Dom Amaro, seu irmão mais velho Jacques, morava no Mosteiro de São Bento em São Paulo, onde era reitor do Colégio de São Bento. É bem possível que Jacques tenha lhe falado sobre os planos do Dom Miguel Kruse, o então abade, para construir uma nova basílica.

Logo depois da invasão do exército alemão, em agosto de 1914, à Bélgica, a cidade de Lovaina foi incendiada e a casa da família Van Emelen destruída. É sabido que Van Emelen exiliou-se para o País de Gales durante a Primeira Guerra Mundial.

Logo depois do fim da Primeira Guerra Mundial, em 23 de agosto de 1920, Adrien chegou ao Brasil com dois filhos. A sua mulher e as quatro filhas chegaram no fim do mesmo ano. Essa mudança deveu-se ao convite de Dom Kruse, abade do mosteiro de São Bento, empenhado em dotar ao mosteiro obras de arte para valorizá-lo, à procura de artistas de reconhecida competência.

Por intermédio de Ramos de Azevedo (1851 - 1928) instalaram-se no Palácio das Industrias em São Paulo diversos artistas como Oreste Mantovani, Nicola Rollo, Victor Brecheret, Rigoletto Mattei e também Van Emelen. Ele possuía como auxiliares Rollo, Humberto Cozzo e, depois, Bruno Giacobbe. Van Emelen executou lá, a partir de 1920, diversas esculturas.

Como escultor, Adrien van Emelen é autor de obras importantes e de acesso público em São Paulo. Para o Mosteiro de São Bento realizou a Pietá, os Doze Apóstolos e as estátuas Santa Ana e Santa Gertrudes; para o Museu Paulista, as figuras dos bandeirantes Manoel Preto e Francisco de Brito Peixoto; para o Hospital Santa Catarina, a estátua da Santa Catarina; para a Bolsa do Café em Santos (atual Museu do Café), quatro esculturas representando a Agricultura, o Comércio, a Indústria e a Navegação e na cidade de Pindamonhangaba, o busto do Dr. Francisco Inácio Marcondes Homem de Mello.

Como pintor, van Emelen foi autor de pinturas históricas por encomenda e prolífico na produção de retratos de tipos populares e também de paisagens.

Por encomenda do diretor do, Affonso Taunay, Van Emelen pintou a “Cena Porto de Santos - Jantar do Porto de Santos” (IC 19267) e “Tropeiros à Beira da Estrada” (IC 19263), “Rancho na Estrada de Sorocaba” (IC 19418), “Velhas arcadas da Faculdade de Direito da USP” (IC 19014), “Centenário de Porto Feliz” (sem data) e “Caboclos do Sertão do Tietê” (1930). No acervo do museu encontram-se também três estudos de vasos e um “Detalhe da escadaria do Museu Paulista, com estudos de vasos exibidos na exposição “Coleções em Diálogo: Museu Paulista e Pinacoteca de São Paulo”. Em 2010 o Museu Paulista recebeu uma doação de 34 pinturas de Van Emelen da Coleção Elisiário Dupas, doada à instituição por sua filha, Juacy Aparecida Trindade Dupas. As pinturas e suas molduras foram restauradas em 2013.

O Museu Afro Brasil, em São Paulo, expõe três óleos sobre madeira e um óleo sobre metal não tituladas de autoria do Ad. H. van Emelen.

Van Emelen aparece na coleção da Pinacoteca do Estado de São Paulo. No catálogo de 1954, na seção “Obras não expostas - pintura” aparecem quatro títulos “Paisagem”, “Academia de Direito - S. Paulo”, “Cabeça de preto” e “Preta fumando”. O catálogo de 1960 contém as mesmas pinturas com indicação que a obra “Paisagem” foi cedida por empréstimo no Palácio do Governo. O livro “Pinacoteca do Estado: Catálogo Geral de Obras” (Imprensa Oficial do Estado IMESP 1988) só contem uma referencia a H. Van Emelen com a pintura “Academia de Direito” (óleo s/ madeira de 35,5 x 24,2 cm tombo 1376).

Há também um retrato em tinta a óleo sobre tela de sua autoria no Seminário de Pirapora do Bom Jesus (SP). Foi pintado em 1927 e representa o Dom Alderico Albrechts. O Seminário foi fundado em 1897 pela Abadia de Averbode (Bélgica).

Os parentes do artista possuíam grandes coleções de pinturas de Van Emelen. Regularmente obras do artista aparecem nas casas de leilão online.

Adrien van Emelen en Valentine Stockmans

Van Emelen Adrien Paleta

(a paleta do pintor Ad. H. van Emelen)

Adrien faleceu no dia 27 de julho de 1943 em São Paulo e deixou sua mulher Maria Valentina Stockmans (Hoegaarden 12 de Maio de 1869 - 16 de Abril de 1957) com seus filhos: Marie Henriete Celane, casada com Raul Sartorio; Marie Gislaine Alphonse Catherine casada com Bogaert; Jean François Elie, casado com Olydia Lobato; Maria Nelly Suzanna Leonia, casada com José Maurício Putzeys; Georges Corneille Léon Joseph; Pierre van Emelen, casado com Maria Otilia Giudice e Marie Louse Margherite Helène casada com Nicolau Giudice.

Pesquisa:

Marc Storms, autor do o riquíssimo ilustrado livro "Ad. H. van Emelen: A trajetória de um artista belga em São Paulo".

Fotos:
  • preto e branco: acervo van Emelen
  • colorida: Marc Storms, dezembro 2014

Pinturas & Esculturas

Van Emelen 02 cavalheiros cansando
Van Emelen pintura Academia Direito São Paulo
Van Emelen Adrien Anciã
Van Emelen Adrien Ancião
Van Emelen Árabe orando
Van Emelen Araucarias
Van Emelen Arbusto com flores
Van Emelen Arcadas da Academia de Direito de São Paulo
Van Emelen Arcadas Faculdade Direito São Paulo
Van Emelen Adrien Arvores em flor e estabulo
Van Emelen Balsa com vacas
Van Emelen Adrien Barco com vela cor de rosa
Van Emelen Adrien Barco Velas
Van Emelen Barco com velhas e visto do porto
Van Emelen barco de pescador Mont Serrat Santos
Barco com velas fechadas em frente de uma ilha
Van Emelen barco de pescador Santos
Van Emelen Adrien Barcos com velas abertas
Van Emelen Adrien Barcos com velas abertas
Van Emelen Adrien Beira do mar com palmeiras e casas
Van Emelen Bosque
Van Emelen Adrien Bosque com lagoa
Van Emelen Paisagem
Van Emelen Adrien Bosque com riacho
Van Emelen Adrien Bosque com riacho
Van Emelen busto
Van Emelen caboclo com chapeu e cigaro
Van Emelen caboclo chapeu olhos fechados
Van Emelen capa caipira
Adrien van Emelen pintura Caipira com chapeu
Van Emelen Caipira com chapeu branco
Van Emelen Caipira picando fumo
Van Emelen caipiro tocando viola
Van Emelen Capitão Alfredo
Van Emelen Capitão Imuti
Van Emelen Carro de bois
Van Emelen Carro de bois
Van Emelen carro de bois numa trilha
Van Emelen Adrien Catedral
Cena do Porto de Santos 1826
Van Emelen Adrien Costa maritima com palmeiras
Van Emelen Descascando batatas
Van Emelen pintura de Dino Bueno
Van Emelen Adrien Dois barcos com velas
Van Emelen Dois monges bebendo
Van Emelen Dois negrinhos sorridentes
Van Emelen Adrien Entregador de Pão
Van Emelen Adrien Escola de Direito
Van Emelen figura feminina segurando um abajour
Van Emelen Adrien Fabricante de Violino
Van Emelen fazenda Morro Alto Araras, São Paulo
Van Emelen Adrien femme assise banc
Van Emelen Figura masculina com cachimbo
Van Emelen Herói da Guerra do Paraguai
Van Emelen Adrien Homem
Van Emelen Homem com Barba Branca
Van Emelen Figura medieval
Van Emelen Caipira com chapeu - bis
Van Emelen Caiçara bebum
Van Emelen Caipira com chapeu
Van Emelen Igreja Matriz
Van Emelen India caraja
Van Emelen Índia praiana com colar
Van Emelen Índio com arco e flechas
Van Emelen Índio com pulseira amarela
Van Emelen Caboclinho sorridente de chapéu
Van Emelen Adrien Lagoa no crepúsculo
Van Emelen Lavadeira
Van Emelen Adrien Mãe Preta
Van Emelen Adrien Mar com bosque
Van Emelen Mar, montanha e árvore
Van Emelen Mata Atlantica região serrana
Van Emelen Menina negra com caixa de laranjas
Van Emelen Adrien Menina negra com caixa vazia
Van Emelen Adrien Menino branco e menino preto
Van Emelen Menino com chapeu de palha
Van Emelen Jeune Femme de Mineur
Van Emelen Moça carajá fumando
Van Emelen Mulher belga caipira com boné branco
Van Emelen Mulher com cachimbo e chapéu
Van Emelen Negra pitando, de chale, pito e pano na cabeça
Van Emelen Negra pitando e lavando roupa
Van Emelen Mulher com cesta na cabeça
Van Emelen Menino no banco e dois carneiros
Van Emelen Mulher negra com cesta de verduras
Van Emelen Adrien Natureza morta
Van Emelen Adrien Natureza morte com frutas e flores
Van Emelen Adrien Natureza morte com passaro
Van Emelen Negra com pano branco na cabeça
Van Emelen Negra pitando, de chale, pito e pano na cabeça
Van Emelen Negra pitando, de chale, pito e pano na cabeça
Van Emelen Vovó do Pito com rosário
Van Emelen Negrinho tomando banho na torneira
Van Emelen Negro de chapéu, apoiado na bengala
Van Emelen Negro zangado
Van Emelen Vovó do Pito com cachimbo
Van Emelen Negrinho com papagaio
Van Emelen Negro com chapeu preto rezando ante o crucifixo
Adrien Van Emelen pintura Negro rezando
Van Emelen Caipira tocando viola
Van Emelen João Olaria
Van Emelen Negro de flor no peito
Van Emelen Negro com olhar intenso
Van Emelen Negro de chapéu, de perfil, em fundo amarelo
Van Emelen Negro Diante Crucifixo
Van Emelen Negro de boné, apoiado na bengala
Van Emelen Caipira tirando bicho do pé
Van Emelen Negro orando feliz
Pintura Van Emelen Negro zangado
Van Emelen Adrien Paisagem
Van Emelen Paisagem
Van Emelen Paisagem com araucarias
Van Emelen Adrien Paisagem com araucárias e lua cheia
Van Emelen Adrien Paisagem com casa
Van Emelen Adrien Paisagem com Estradinha Casario e Personagem
Van Emelen Adrien Paisagem com moinho de água
Van Emelen Paisagem com neve
Van Emelen paisagem e fogueira
Van Emelen Adrien Palmeiras em frente do mar
Van Emelen Adrien Pão de Açucar
Van Emelen Pescadores dobrando redes
Van Emelen Pescadores puxando redes
Van Emelen Adrien Old man with hat
Van Emelen Praia de Copacabana ao fundo o Pão de Açucar
Van Emelen Adrien Preto Velho
Van Emelen preto velho
Rancho na Estrada de Sorocaba (1830 - IC 19418)
Van Emelen Adrien Retrato
Van Emelen Retrato com cachimbo
Van Emelen Retrato da filha Marie Louise van Emelen
Van Emelen Portrait of a praying man
Van Emelen Portrait of a woman
Van Emelen Adrien Retrato do genro Nicolau Giudice
Van Emelen Adrien neto Guy
Van Emelen Adrien Retrato do neto Sergio Sued José Giudice
Van Emelen pintura de Reynaldo Porchat
Van Emelen Adrien Rui Barbosa
Van Emelen Ruinas
Van Emelen Adrien Sacre-Coeur
Van Emelen Soldado, pessoa carregando cesto nas costas e igreja ao fundo
Tropeiros à Beira da Estrada (1930 - IC 19263)
Van Emelen Two women reading a letter
Velhas arcadas da Faculdade de Direito da USP (IC 19014)
Van Emelen Velho com casaco marron
Van Emelen Velho sentado