Você está aqui

Danly, Albert Marie Joseph (1839 - 1899)

Forges d'Aiseau
Social Media: 

Albert Marie Joseph Danly nasceu em Marcinelle (Bélgica) em 19/03/1839 e morreu em 1899 em Aiseau (Bélgica). Ele era Engenheiro de Minas formado pela Escola de Artes e Manufaturas de Liège. 

Ele teve a ajuda de seu irmão Louis Danly na elaboração da sua fábrica de produção de chapas metálicas, a Forges d’Aiseau, localizada na cidade de Aiseau, na Bélgica. Joseph criou o sistema Danly em 1861, conseguiu a patente e expôs sua criação em um concurso do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, no qual obteve o segundo lugar. Não demorou muito para o sistema obter sucesso. Em 1885, foi formada a Societé Annonyme des Forges d’Aiseau, e vários interessados investiram na sociedade. 

Forges d'Aiseau

Forges d'Aiseu publicité

O sistema Danly consiste na utilização do ferro como material quase absoluto em uma construção, presente nas estruturas, vedações, forro e telhas. Era um sistema essencialmente industrial e estandardizado, em que todos os elementos eram feitos por meio de gabaritos e prensas. Entretanto, por mais que seja um sistema industrial, Joseph Danly quis dar beleza e rigidez às suas construções, por meio das chapas estampadas, que funcionavam como peças decorativas para a maior aceitação dos edifícios em ferro pelo público. 

Os edifícios construídos segundo esse sistema dão a impressão de ser “uma caixa bem fechada”, que, no canteiro de obras, dispensava o uso de andaimes para construções baixas, já que as fiadas que compunham as paredes e estruturas eram horizontais. As paredes eram compostas por chapas estampadas que distavam entre si um espaço considerável para que se sustentassem firmemente, e para provir a área de isolamento térmico e ventilação. A ventilação das paredes feitas em ferro garantia uma queda de 5ºC em relação às de alvenaria, e no inverno garantiam a menor dissipação do calor dentro dos ambientes. 

Desde então, o Sistema Danly foi utilizado em várias partes do mundo, especialmente em países amplamente influenciados pela cultura europeia, como o Brasil. A produção de edifícios indica o êxito do sistema, inclusive quando se tratava de edifícios a serem montados em locais de clima temperado e frio.

No Brasil, foram construídos com o Sistema Danly, dois chalés em Belém (PA), a Estação Ferroviária de Bananal (SP), o Mercado São João em São Paulo (SP) e o Armazém do Porto em Manaus (AM).

Em 1986, seus edifícios ainda em curso na América Latina foram o pretexto de tese de mestrado em conservação do património arquitectónico e urbano na Universidade de Louvain pelo arquiteto  Bernard Pirson "Architecture métallique démontable au XIXe siècle exportée d'Europe vers les pays d'Outre-mer : une contribution belge : Les Forges d'Aiseau".

Mercado Público de São João

Mercado São JoãoO Mercado Público de São João, construído na cidade de São Paulo em 1888, foi inaugurado em Junho de 1890. A sua construção ocorreu no local onde anteriormente existiam pequenos e antigos edifícios situados na Rua do Seminário, pertencentes à Santa Casa de Misericórdia. Ele foi construído em estrutura de ferro e fechado nas laterais com chapas de aço galvanizado. As paredes duplas eram autoportantes, executadas em chapas prensadas de ferro galvanizado, com orifícios nas partes inferior e superior de tal forma que o ar circulava forçosamente no sentido ascendente, diminuindo a temperatura interna.

Sobre as características tipológicas, este edifício possuía forma retangular, sendo fechado nas laterais e coberto. Tinha oito janelas e uma entrada em uma das fachadas. A cobertura era composta por telhado de duas águas e dotada na parte mais alta de lanternim, para permitir melhor iluminação e ventilação no interior do edifício.

Com a abertura da Avenida São João, teve ser desmontado, sendo deslocado para baixo do Viadutro Santa Ifigênia, por volta de 1914. Permaneceu no local por cerca de dez anos, sendo demolido quando efetuadas as obras de transformação do Vale do Anhangabaú.

O mercado foi erigido pela firma Aurélio, Villa Nova & Comp., que em suas propagandas anunciava construir com chapas estampadas de aço galvanizado pelo Sistema Danly.

Fontes